5.8.09

as férias são assim: acabam bem quando nos estamos a habituar a elas. naquele exacto momento em que parecia que íamos começar a descansar.

azar dos azares.

nunca fizémos o que programámos, faltou tempo para voltar ao "depois passamos por cá antes de ir para casa",... além disso, o relógio andou sempre descontrolado: nunca sabíamos a quantas andávamos, jantávamos muitas vezes ao lanche, muitas vezes à ceia. foi almoço, o nosso pequeno almoço, muitas vezes.

dormir à noite não foi o nosso forte: as horas de sono não divertem.

arrancadas do sofá à pressa porque o supermercado, ao contrário de nós, tem horários. levantadas em sobressalto porque na praia não se está bem a partir de uma certa hora... e porque este ano "resolveu" chover ou fazer vento...

e porque o concerto começou há dez minutos e vamos chegar atrasados. e o carro que não quer ir para a sessao de cinema. agitação.

e, ainda, não há miúdos!!!

as férias serão sempre imprevisíveis. sempre curtas. mas sempre fantásticas.

(e para quem não contava com elas...)

linkPor AngKorVat, às 21:49  manifestações (9) manifestar-se

28.6.09

a não ser que me dê uma luz inspiradora, este blog vai ter um template igual a centenas de blogs pela blogosfera fora.

não me atreverei, nem a mudar a cor de fundo.

linkPor AngKorVat, às 19:55  manifestações (2) manifestar-se

24.6.09

estou um bocadinho farta do blog.

lamurioso, entediado, desorientado...

tão semelhantezinho a este momento da minha vida.

blogs sem piadas não têm piada, não melhoram o dia de ninguém, muito menos de quem o escreve.

e este está sem piada e sem conteúdo.

 

e na verdade não é só isso.

estou também um bocadinho farta de tudo o resto, principalmente, de pessoas.

estou a ser injusta com algumas, porque não vivia sem elas, mas estou até a ser muito graciosa com outras.

estou farta de segundas personalidades, segundas intenções, segundas caras, segundos interesses... pessoas de segunda.

e peço apenas para ter força para saber superar de forma airosa esta situação.

saber dizer o que tem que ser dito no momento certo.

 

(e estou sobretudo muito surpreendida comigo própria por estar a reagir assim às reacções dos outros.)... como tal há toda uma reflexão a fazer, neste momento.

linkPor AngKorVat, às 22:11  manifestações (8) manifestar-se

19.6.09

por mais que estique os lábios não consigo ter um sorriso direito...

mas o real problema, esse, ficou resolvido...

ahahahahah (sorriso digital torto)

 

imagem da Internet

linkPor AngKorVat, às 20:11  manifestações (4) manifestar-se

26.5.09

há algo de perverso no facto de num simples passeio à beira-mar todos os amigos/conhecidos/vizinhos saberem que fazemos anos.

 

não se chama popularidade.

chama-se hi5.

linkPor AngKorVat, às 17:48  manifestações (10) manifestar-se

24.5.09

24.

têm, de horas, os dias.

tem, de anos, a minha existência.

preenchidos e felizes.

linkPor AngKorVat, às 23:49  manifestações (16) manifestar-se

4.5.09

As férias que eu não vou ter,

O vestido que eu não vou vestir,

A piscina onde eu não vou... entrar.

 

Verão a trabalhar,

E toda a gente a queixar-se

que está mal...

 

Dedicado a todos os que vão para Cuba, Republica Dominicana, Maurícias, Ilhas Figi, Tailândia, Marrocos, Tunísia... ou até para o simples e entediante Algarve.

Obrigado pelo vosso silêncio e discrição.

linkPor AngKorVat, às 11:34  manifestações (14) manifestar-se

20.4.09

e eu, cada vez, sei menos dizer

tags:
linkPor AngKorVat, às 16:57  manifestar-se

2.4.09

 

Há uma altura (infelizmente para mim é sempre muito tarde) em que chegamos a um ponto e queremos mais.

Há sempre esse ponto e essa altura. E há, depois, a espera.

Sabem, a sensação de que o rebuçado já acabou há muito tempo, de que o arroz já está requentado, de que o bolo já está duro?

É a altura de procurar mais, diferente ou igual mas, melhor.

É certo que quando ainda temos fome, a nossa exigência não é tão rigorosa. Acontece que quando a camisa ainda nos serve e ainda está na moda não temos vontade de a descartar. Acontece que quando a camisa nos assenta, as calças podem estar curtas mas não ligamos muito, os saltos podem estar estragados mas logo arranjamos sem stress, o cabelo pode estar desalinhado mas nem reparamos.... mas, há sempre um ponto. 

O ponto é quando a camisa deixa de nos agradar e reparamos sempre que não é só isso.

E é assim comigo agora, no trabalho. Gosto tanto do que faço, gosto tanto dos meus colegas, gosto tanto dos meus chefes mas, reparo agora que isso não me basta todos os dias. E penso que é chegado o momento de pedir mais.

Enfim... porque o mereço e porque não deveria precisar de o pedir.

E, há, agora, a espera.

Esse enorme tédio que é a espera.

tags:
linkPor AngKorVat, às 20:30  manifestações (6) manifestar-se

18.3.09


plantasárvoresribeirinhaseflorestaiscastelodes.jorgejornalistascomunicadolisboadiadaárvorebebésavisitarpresentesnotíciasfotografiasagendatelefonemasjantarlimparcarroastronomiahoráriosrobóticastandsinscriçõesbicicletasábadoacordarasseisactualizardadoscopiarfolhaoleõesdiadopaipresentequintaéjáamanhãsocorro

 

a minha cabeça está cheia de coisas.

estou cheia de trabalho. 

graças a Deus.

tags:
linkPor AngKorVat, às 17:11  manifestações (9) manifestar-se

16.3.09

 

(E a felicidade deixa de se importar com listas de sonhos por cumprir,

com ausências, esperas e injustiças.)

 

Basta-me o Sol. A mim.

(O que está hoje. Esplêndido!)

linkPor AngKorVat, às 10:54  manifestações (12) manifestar-se

12.3.09

Attchiiiiiiim…

tags:
linkPor AngKorVat, às 11:22  manifestações (6) manifestar-se

7.3.09

22 - VERDADE ?- Apesar de dizerem que é impossível eu devo dizer que andei km's e km's nesse dia. Muito mais do que as minhas forças permitiam. Mas não conheço a serra, posso não a ter subido de baixo a cima completamente. Sei que estive a desfalecer várias vezes no caminho. Nunca parei porque tive medo de ficar sozinha para trás - tinha uns 14 anos - e porque me diziam sempre que estava quase. Nunca mais lá voltei. 

23 - MENTIRA - Nem nunca lá estive :)

24 - VERDADE - E tenho a prova em fotografia. Hei-de colocá-la no blog

25 - VERDADE - Mas, porque eram de péssima qualidade; foi uma má compra.

26 - VERDADE - Aqui devo dizer que não conduzo quando bebo, MESMO. E também que mesmo não bebendo muito, por várias razões, fico logo afectada. Ia no banco de trás. Pedi para soprar mas sentia-me lindamente. Foi surpreendente para mim e para quem ia comigo.

27 - VERDADE - Era muito novinha e naquele momento não me contive.

28 - VERDADE - A bela da praxe

29 - MENTIRA - Apesar de ser caricato, nunca me senti mal com isso.

30 - VERDADE - Mais uma vez a bela da praxe

31 - MENTIRA - Sou bem comportada

32 - VERDADE - Um amigo de infância é o único que me trata pelo meu primeiro nome

33 - MENTIRA - Já me acharam parecida, não me confundiram. Mas eu não acho nada

34 - MENTIRA - Mas já me fiz passar por aluna de engenharia para assistir a uma aula

35 - MENTIRA - Tenho a colecção mais estranha de todos os tempos: dezenas talvez centenas de páginas de revistas com publicidade a perfumes (estagnada no tempo há anos)

36 - MENTIRA

37 - MENTIRA - Nunca mudei

38 - MENTIRA

39 - MENTIRA - eheh

40 - MENTIRA ;)

linkPor AngKorVat, às 19:08  manifestações (6) manifestar-se

6.3.09

3 - MENTIRA - Nunca troquei um anel por um bilhete. Mas isto bem se pode tornar verdade se houver um interessado com um bilhete para os The Killers
4 - VERDADE - Não sei nadar - Isto apesar de viver há quase 24 anos perto do mar
5 - VERDADE - Caipirinhas e Margaritas nunca recuso
6 - VERDADE - Era uma craque a Latim e a Alemão
7 - VERDADE - Nem me falem.
8 - MENTIRA - A psicóloga aconselhou-me a seguir jornalismo ou a apostar na carreira de juiza ;) LOL tem tudo a ver com o tópico anterior
9 - MENTIRA - Passei ao exame de condução à primeira
10 - VERDADE/VERDADINHA - Eu ia a pé e ela de charrete, claro. A devida distância.
11 - MENTIRA - Mas o meu vizinho canta quase tão bem como ele.

12 - VERDADE - Morreu de velho

13 – VERDADE – Não vou à bola com cães. É cruel mas só gosto dos mais fofinhos e pequenos.

14 – MENTIRA – Adoro margaridas e girasóis. Orquídeas é com a minha mãe
15 – VERDADE – Mas eu não acredito em características idênticas entre pessoas do mesmo signo
16 – VERDADE – Até hoje ainda estou estupefacta. Mas tudo tem uma explicação. A sala estava vazia. Eu e duas senhoras. Ele entrou elas levantaram-se efusivamente a bater palmas e a gritar e eu senti-me mal por estar sentada. Só isso.
17 – VERDADE – A Chip7 não verá mais um único cêntimo meu.
18 – VERDADE – Mas não fui só eu e não teve directamente a ver comigo. Turma do 9º ano toda fora do hotel. Ihih
19 – VERDADE – BCM Palma de Maiorca
20 – VERDADE – Sou mesmo naba
21 – VERDADE – Há sempre uns senhores simpáticos a oferecer demonstrações

 

Deste desafio.

linkPor AngKorVat, às 16:32  manifestações (11) manifestar-se

 Imagem da Internet

You can call me "witch".

 

FACTO Nº 2 - VERDADE

linkPor AngKorVat, às 11:56  manifestações (2) manifestar-se

5.3.09

Gostei tanto deste desafio da Mafalda que me excedi ;) Acho que ninguém vai ter paciência para ler tudo e opinar. De qualquer forma valeu pelo gozo que me deu :-)

Não digo quantas mentiras são. Apenas que há mais verdades. Façam as vossas apostas :)

 

 

1-Gosto de trovoada
2-Já me vinguei de um homem
3-Já troquei um anel por um bilhete para um concerto
4-Não sei nadar

5-Adoro caipirinhas
6-Tirava
19 a Latim
7-Só consegui fazer a cadeira de Direito à terceira tentativa

8-Nas sessões de orientação vocacional, a psicóloga aconselhou-me a seguir enologia.
9-Chumbei 3 vezes no exame de condução
10-Cruzei-me com a rainha Isabel II em Londres

11-Sou vizinha do André Sardet
12-Já tive um coelho de estimação
13-Não gosto de cães

14-Adoro orquídeas
15-Nasci um dia antes da Floribella
16-Aplaudi de pé o Pinto da Costa

17-Queixei-me 3 vezes no mesmo livro de reclamações
18-Já fui expulsa de um hotel em Paris

19-Já adormeci numa discoteca
20-Já me perdi a 5 km de casa
21-Já arranjei as unhas no metro de Londres
22-Já subi o Gerês a pé
23-Nasci na Argentina
24-Já recebi um elogio do Mário Soares
25-Já troquei uns sapatos usados

26-Já acusei uma taxa de alcoolemia considerada crime
27-Já me desatei a rir numa igreja
28-Já fui de pijama para a escola

29-Já tive vergonha do meu apelido
30-Já cantei em cima de uma cadeira num bar
31-Já fui arguida

32-Só uma pessoa me trata pelo meu nome.
33-Já me confundiram com a Maria João Bastos
34-Já me fiz passar por engenheira

35-Nunca fiz colecções

36- Usei sempre o cabelo comprido

37 - Mudo regularmente a cor do cabelo
38-Dou aulas de flauta

39-Vi a Penélope Cruz em Palma de Maiorca
40-Já recebi flores de um desconhecido

41 - Já tive um blog sobre política

 

 

linkPor AngKorVat, às 12:39  manifestações (16) manifestar-se

4.3.09

 

 

 ...quando trabalhamos

 a 20 cm do ecrã do computador

 e a 30 cm das costas da cadeira

 

 

e só estranhamos quando alguém nos avisa ou

quando as costas começam a doer.

 

yes, we have a problem

linkPor AngKorVat, às 14:44  manifestações (6) manifestar-se

 

Era só um pedaço de papel.

Com umas letras ordenadas de forma lógica e com um aspecto gráfico bonito.

Tão bonito que mais bonito ainda aos meus olhos.

Que me permitisse passar uma porta, uma barreira, uma linha, um pórtico,

o que for...

Assim como um passaporte...

Com uma luz no olhar e um sorriso nos lábios.

Um pedaço que comprove que eu mereço lá estar.

Era só um bilhete para os The Killers, por favor :,-(

linkPor AngKorVat, às 11:39  manifestações (4) manifestar-se

27.2.09

sabores que eu adoro

desafiada pela Mafalda

 

gelado de frutos silvestres
morango aos pedacinhos
crepes

hamburguer de frango
delícias do mar
sabor a mar nos lábios

 

e, por último o tão delicioso sabor a vitória :)
 

-passo o desafio ao Nódoa, à Miss G e à Princesa!

 

linkPor AngKorVat, às 16:54  manifestações (8) manifestar-se

23.2.09

    

     

 

...que valem ouro :)
O desafio foi proposto pela Mafalda.
 
Por ordem de imagem, não de importância:
 
Amizade-Verão-Ele-Praia-Sorriso de bebé-Flores-Dolce fare niente-Dormir-Mimos-Sol
 
(Agora passo o desafio ao Careca e ao Kulcinskaia mas também a todos os que queiram. Como já muita gente respondeu peguem os que ainda não foram desafiados...)

 

linkPor AngKorVat, às 11:57  manifestações (2) manifestar-se

10.2.09

Olá.

O meu nome é Mariana.

E estou, há um ano, a usar de forma sistematica a blogosfera para fugir à minha realidade.

Constantemente.

Persistentemente.

Parabéns a mim!

 

imagem da internet

 

e a minha realidade nem tem sido nada má

linkPor AngKorVat, às 08:55  manifestações (10) manifestar-se

6.2.09

 imagem da Internet

 

Li em algum lado, não me lembro onde, que todos os bloggers são inevitavelmente e invariavelmente pessoas infelizes.

Tem a sua lógica.
Não conheço pessoalmente nenhum blogger com presença assídua na blogosfera, portanto não posso pronunciar-me com conhecimento de causa.
Mas tenho o meu exemplo.
Devo dizer que não sou infeliz nem solitária. Mas que percebo a perspectiva de quem o disse.
Quem escreve para si mesmo, quem se refugia na Internet, tem aquilo a que eu gosto de chamar “a bolha do Actimel” – e que outros chamam de “mundo da Lua” e, que é nada mais do que uma extensão própria e pessoal do Mundo. Aquele espaço, entre nós e os outros, que se acentua mais, por necessidade muitas vezes, por vontade, noutras, por acaso e involuntariamente na maioria das vezes.
No meu caso é isto tudo somado a alguma insegurança.
E sou muitas vezes mal interpretada. Tão depressa estou a participar animadamente da conversa como segundos depois já estou completamente alheada, nessa extensão minha, puxada por algo mais forte. Algo muito mais forte. Nesse instante, o Mundo fora da “bolha” deixa de existir.
Não sei se estou certa. Mas eu acho que esta é a característica da maioria dos bloggers – “a bolha do Actimel”. São pessoas introspectivas, críticas, com vida social, sim, mas, com uma vida “pessoal/própria” muito intensa. E os posts nascem disto, daquele espaço entre nós e o Mundo.
É talvez, sim, uma "infelicidade virtual".
Mas não quero falar por ninguém.
Qual é a vossa opinião?
linkPor AngKorVat, às 12:02  manifestações (14) manifestar-se

3.2.09

 

Os conformados.
Os que não gostam do que fazem.
Os que não gostam dos colegas.
Os que não se sentem adaptados.
Os fracos.
Os que passam o dia a fingir que trabalham.
Os que trabalham contra os que trabalham.
 
Os outros.
 
 
Tanta gente tão a jeito e a desmotivação tinha que pegar em mim.
 

Oh dia 3 passa rápido, por favor. Ou surpreende-me!

linkPor AngKorVat, às 08:45  manifestar-se

2.2.09

Sou só eu que não gosto e não quero?

Porquê?

linkPor AngKorVat, às 14:02  manifestações (9) manifestar-se

31.1.09

Disse-me um colega, entendido nestas coisas, frequentador de colóquios e amigo de grandes cientistas, que eu, afinal, não sou Gémeos.

De signo.

 

Que a astrologia não acompanhou a astronomia.

Que a rotação da Terra alterou as coisas.

Que somos todos, afinal, do signo imediatamente a seguir ao nosso.

 

Que eu sou, pasme-se, Caranguejo!

E que me fizeram acreditar numa mentira durante quase 24 anos.

 

Ora, isto, não é apenas a constatação de um facto científico, pessoas do meu blog.

Isto é a mais cabal explicação para toda uma adolescência frustrada.

 

 

Vou ali 'esganar' alguém e já volto.

sinto-me: traída
linkPor AngKorVat, às 15:17  manifestações (6) manifestar-se

30.1.09

Eu estou ali, numa pasta beje em cima da secretária.

Por favor, encaminhe-me.

Obrigado.

linkPor AngKorVat, às 10:48  manifestações (5) manifestar-se

15.1.09

 

A blogadinha leu a minha lista de desejos para 2009 e começou por escolher o terceiro para me conceder ;)

Obrigado Blogadinha!

 
Como o tal post já é uma lista de desejos para 2009 optei por elaborar uma lista alternativa, assim como ela :)
 
Aqui vai:
 
Sonho com sol, muito sol. Que é sempre Verão.
Não é preciso acender a luz, não é preciso ligar o aquecedor.
 
Sonho com um campo de margaridas, sem mais nada, nem horizonte.
Acordar aí.
Tenho dias.
 
Sonho com os meus crepes de gelado e chocolate quente.
Sim. Muitas vezes.
 
Sonho que a FNAC é minha e que posso adormecer naqueles puffs, se me apetecer.
 
Sonho que gosto de falar em público, que faço boa figura e não fico vermelha quando sou abordada de forma mais próxima.
 
Sonho com o meu contrato de trabalho.
Às vezes.
 
Sonho que a televisão, todas as televisões, foram levadas por ET’s verdes e deixaram de existir.
 
Sonho que se tornaram em algo muito melhor.
 
 
 
E, por último sonho tudo o que todos sonham, né?
Andamos todos cá à procura da nossa felicidade :-P
 
 
 
 
I wish to be wished by my wish.
sinto-me:
música: oh happy day
linkPor AngKorVat, às 16:09  manifestações (1) manifestar-se

11.1.09

 

Hoje o despertador tocou, como sempre, à hora marcada.

(As máquinas, ao contrário de nós, não catalogam os dias nem lhes atribuem diferença.

As máquinas vivem em paz.)

Se não tocasse seria talvez a calma da manhã gelada a fazê-lo.

O silêncio da neve a bater na janela.

A segurança de te ter por perto.

...

 

É bom estar aqui.

 

A calma.

O estarmos juntos.

O chá partilhado.

Os sorrisos gelados.

O abraço apertado para evitar escorregar no gelo dos passeios.

O matar das saudades.

 

Viseu.

 

tags:
sinto-me: (Ouvi dizer que está frio.)
música: let it snow
linkPor AngKorVat, às 00:00  manifestar-se

30.12.08

 

-         Começar todos os dias bem disposta
-         Acabar todos os dias bem disposta
-      Ter muitos e bons desafios
-         Dar mais atenção aos meus amigos velhos
-         Fazer novos
-         Aprender a cozinhar MUITO bem
-      Aprender a dançar
-      Aprender a nadar
-         Aprender a manipular (bem) imagens
-         Engordar 5 kg :)
-         Viajar  
-         Comprar um maquinão fotográfico e aprender a usá-lo :)
-         Ganhar o Euromilhões :)
 
-         E a felicidade? Se vier em doses iguais à deste ano tanto melhor.
 
What else?
tags:
música: human-the killers
linkPor AngKorVat, às 17:00  manifestações (5) manifestar-se

21.12.08

Porque estamos no Natal,

Porque não custa pedir,

Porque sonhar já é tão bom,

 

A minha lista tem muitos desejos.

 

Mas no próximo ano, se eu puder apenas desejar uma coisa, eu quero que nunca nos faltem bons motivos para comemorar, ...

 

tags:
música: the beggining song - rita red shoes
linkPor AngKorVat, às 22:48  manifestações (4) manifestar-se

1.12.08

 

A lareira acesa,
a manta quentinha no sofá,
o leite quente com chocolate à noite,
as melodias na rua,
o desarrumar das decorações,
acender as luzinhas coloridas,
os sorrisos ao abrir aquele presente.
o estarmos por casa.
Para mim é isto o Natal.
 
E, já começou.
 
 
fotografia retirada da net / autoria Nuno Rico
tags:
sinto-me:
linkPor AngKorVat, às 20:41  manifestações (2) manifestar-se

15.10.08

 

 

 

Na verdade, estou acordada

Mas não quero que o saibas.

 

 

Gosto que brinques com as madeixas do meu cabelo enquanto aprecias o meu sono.

 

 

sinto-me:
música: im yours - Jason Mraz
linkPor AngKorVat, às 18:18  manifestações (3) manifestar-se

3.10.08

As vezes em que passo por lá, demoro-me sempre a ver as montras.

Ou... a encenar que as vejo, uma vez que não sou de grandes apelos comerciais.

(Coloridos, sim. Ruidosos e confusos quando se misturam uns com os outros.)

 

Mas gosto bem de lá passar.

 

Vaguear.

 

É neste vagar que a percorro sempre distraída.

Há os que se aglomeram em debates no passeio à minha frente.

Falam de futebol os homens, de rotina as mulheres.

Eles alheados, elas preocupadas.

Se por lá passar amanha, não passou a discussão;

que há sempre quem se queixe e há sempre quem se indigne.

 

De Verão cheira a sardinha, de Inverno a castanha assada.

Mas é este vagar ao passar, que alimenta a alma.

 

 

tags:
sinto-me:
linkPor AngKorVat, às 16:44  manifestar-se

2.10.08

Tal como previsto, neste espaço há sensivelmente um mês, Setembro foi mesmo para esquecer. Venha agora Outubro e com ele algum ritmo, algum trabalho, alguma esperança...

 

Setembro foi o mês em que li algures, na Sábado de dia 18, qualquer coisa como "Porcos tatuados rejeitados na China".

Os animais que valem qualquer coisa como 75 mil euros por cabeça e, integram a maior feira de arte contemporânea chinesa, estão a ser defendidos pelo Gabinete Cultural de Xangai.

Diz-se que animais vivos não podem ser arte.

CONCORDO absolutamente. Nem aqui nem na China.

 

Mas este é O motivo para que se um dia me mudar para a China me queira transformar em porco.

 

E este artigo diz quase tudo sobre Setembro.

sinto-me:
música: back to black - amy winehouse
linkPor AngKorVat, às 00:41  manifestar-se

1.10.08

Este mês, num qualquer domingo, aconteceu algo inacreditável como o facto de não me lembrar que era domingo.

 

Estranhei a caixa de correio vazia e pensei como é chato não receber NÃO'S.

 

Am I sick?

 

 

sinto-me:
música: silêncio
linkPor AngKorVat, às 17:12  manifestar-se

31.8.08

estranho este setembro.

 

setembro sem perspectivas.

todos os setembros da minha vida foram mais ou menos seguros, em todos os setembros tinha um caminho para retomar. neste setembro não há nada por acabar.

este, chega meio incerto.

não estou de férias mas também não tenho trabalho. quanto mais tento fazer planos mais me baralho.

 

venha outubro...

 

tags:
sinto-me:
linkPor AngKorVat, às 23:39  manifestar-se

5.8.08

um som para ouvir "mixado" com as ondas do mar:

 

 

 

 

 

por aqui pelo blog tudo calmo... porque deste lado do ecrã, tudo em reboliço ;)

 

BOAS FÉRIAS PARA TODOS !!!

tags:
sinto-me:
música: by your side, yves la rock
linkPor AngKorVat, às 20:05  manifestar-se

9.7.08

 

encontro-me absorvida pelas páginas ultra-mega interessantes desta montanha de livros...

 

(é certo que pelo meio há alguma publicidade não endereçada e, que talvez por isso, lá tenha ido parar...)

 

pode ser impressão minha mas....

 

 

há alturas em que as letrinhas pequeninas se baralham todas, parecem estar a querer fugir para algum lado...

 

 

 

 

............lembram-me alguém que conheço bem..................

tags:
sinto-me: cansada
música: o livro que eu não li...la la la - per7ume
linkPor AngKorVat, às 21:44  manifestar-se

2.7.08

lembro-me do entusiasmo.

das malas abertas ansiosas pelas minhas coisas.

lembro-me dos dias que faltavam.

das noites que faltavam.

dos km's que faltavam.

 

lembro-me de não ter calma.

 

hoje não tenho pressa.

 

faltam ainda dias.

mas as malas já não anseiam.

tenho tempo de arrumar tudo bem dobradinho, porque o mercado de trabalho não desespera por mim.

 

"é tudo tão fugaz, tudo tão mordaz..."

 

mas aquilo que trouxe continua a ser menos do que aquilo que levo. e isso é tudo!

 

sinto-me: snif snif
linkPor AngKorVat, às 22:38  manifestar-se

25.6.08

...entre o título deste BLOG e o título de uma coluna do jornal 24 horas é MESMO pura coincidência...

 

eu até sou uma rapariga que gosta de folhear jornais, mas há imenso tempo que não folheava esse... 

...mas não roubei nada a ninguèm

 

---só para esclarecer---

sinto-me: pouco original
linkPor AngKorVat, às 02:04  manifestar-se

22.6.08

 

 

 

hoje pinto eu...

mas não se iludam...

acreditem que ficou bem melhor na fotografia... lol

 

não custa sonhar :)

sinto-me: artista :)
música: fight outta you - ben harper...
linkPor AngKorVat, às 17:45  manifestar-se

21.6.08

 

Regressei.
Parece estar tudo alinhado: a cama ao centro, à volta os móveis dispostos em U, uma janela enorme com uma vista linda sobre um jardim cheio de margaridas. No tecto estrelas iluminam-se quando a luz se apaga. Um quadro de cortiça mostra alguns momentos fotográficos bem passados. Sorrio.
Conheço o meu quarto, é um espaço agradável, mas não me revejo nele. Acho que por mais que disponha os meus objectos sobre a cómoda e, por mais que pendure os meus casacos no velho armário; nada me vai pertencendo deste espaço.
O meu quarto é a visão da minha infância, as paredes que sempre vi, nos dias bons e maus... Os dias em que via as margaridas lá fora, e os outros em que só via as nuvens feias.
Acho que já nada disto me pertence. Ou talvez nunca tenha.
Quando se deixa um espaço durante algum tempo, deve ser isto que acontece… ele deixa de reflectir a nossa imagem… porque se desabituou da nossa presença modeladora.
Sair de casa e voltar, mudou tanto em mim como inalterou o meu quarto. Ele, permaneceu intacto, com os meus objectos de outrora, que também já não me pertencem. Nem mesmo o espelho conhece a imagem que reflecte – está baço de ver a cama sempre impecavelmente feita e as almofadas alinhadas – sempre as mesmas – à espera do meu regresso.
(Ou talvez este espaço não tenha que ser uma extensão minha…)
 
 
tags:
sinto-me:
música: chuva - mariza
linkPor AngKorVat, às 22:24  manifestações (2) manifestar-se

19.6.08

 

 

 

Acredito que as pessoas são como os espaços - quando os deixamos por determinado tempo deixam de nos pertencer, no sentido em que deixam de reflectir a nossa presença. Quando estamos longe abrimos os horizontes e, que quando voltamos tudo nos parece pequeno e passado. Ainda que tenhamos saudades...

A falta de um espaço ou de uma pessoa pode permanecer sempre em nós, sob a forma de saudade ou, pode transformar-se em indiferença, quando nos habituamos a conviver com ela.

 

Não tenho medo de perder aquilo que nunca me pertenceu - mas horror de perder aquilo que em dias, noites, instantes, momentos,... julguei meu, por fazer de mim uma pessoa FELIZ.

Acredito, como Miguel Sousa Tavares "que nada do que é importante se perde verdadeiramente" porque "apenas nos iludimos julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros". Como ele, ...talvez..., eu "não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo poderia ser meu para sempre".

 

Mas enquanto não for, eu vou pedindo emprestado...

 

(imagem da Internet)

sinto-me: counting down
música: aconteceu - ana moura
linkPor AngKorVat, às 23:53  manifestar-se

16.6.08

Siiiiiiiim!!!

 

Hoje, em minha casa, pelas 20h a apresentação do cd "Viva la Vida" dos Coldplay  :-P

 

E isto graças a minha querida Antena 3... que vai transmitir em directo e exclusivo para Portugal o concerto na Brixton Academy de Londres.

 

É mesmo imperdível: os "Bons Rapazes" da 3 a transmitir as ondas sonoras dos "RAPAZES BONS" de Londres... eheh

 

Estou em pulgas...

 

música: todas deles
linkPor AngKorVat, às 19:05  manifestar-se

14.5.08

 

 

 "O Maio me molha, o Maio me enxuga"

- provérbio popular

 

 

 

Já desde criança que atribuo um significado especial ao mês de Maio (na altura, principalmente, porque é o mês em que faço anos), mas com o passar do tempo esse deslumbre foi-se acentuando.

 

Maio é um mês especial - mês de Maria, da Mãe, do coração, das noivas, da Família (dia celebrado amanhã)..., é um mês com dias grandes, com temperaturas agradáveis... com apelos a passeios e lanches ao ar livre.

Maio é mês de revolução e das palavras.

 

É o mês das Margaridas...

 

 

...e eu sou apaixonada por Margaridas.

 

---------------- 

 

Em Maio, ando mais bem disposta...

 

 

tags:
sinto-me: bem disposta
linkPor AngKorVat, às 20:21  manifestações (2) manifestar-se


 
Março 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


algumas imagens inseridas neste blog foram retiradas da internet. elimino-as a pedido do autor.
subscrever feeds
blogs SAPO