3.10.08

As vezes em que passo por lá, demoro-me sempre a ver as montras.

Ou... a encenar que as vejo, uma vez que não sou de grandes apelos comerciais.

(Coloridos, sim. Ruidosos e confusos quando se misturam uns com os outros.)

 

Mas gosto bem de lá passar.

 

Vaguear.

 

É neste vagar que a percorro sempre distraída.

Há os que se aglomeram em debates no passeio à minha frente.

Falam de futebol os homens, de rotina as mulheres.

Eles alheados, elas preocupadas.

Se por lá passar amanha, não passou a discussão;

que há sempre quem se queixe e há sempre quem se indigne.

 

De Verão cheira a sardinha, de Inverno a castanha assada.

Mas é este vagar ao passar, que alimenta a alma.

 

 

tags:
sinto-me:
linkPor AngKorVat, às 16:44  manifestar-se

 
Outubro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


algumas imagens inseridas neste blog foram retiradas da internet. elimino-as a pedido do autor.
blogs SAPO