2.1.09

No início de 2009 dei por mim a pensar no futuro.

Não no futuro "tipo" quando e que saio de casa dos meus pais ou quando é que me caso, nem o que é que vou jantar para a semana, mas... muita ATENÇÃO... no futuro da humanidade.

 

Mas o que é que fui eu fazer?

Agora estou em pânico.

 

Pensem comigo:

Como será um Mundo governado por homens que um dia assistiram ferverosamente e compulsivamente a episódios sucessivos de Morangos com Açúcar?

Com o devido respeito, a pessoa que se lembrou daquela merda, CENSURADO, ou, não quero gastar dinheiro em advogados :).

Aquilo é talvez a pior invenção televisiva de sempre logo atrás de Lucy. E o pior é que não se prevê desfecho para breve.

 

Que é feito de programas didácticos como a Rua Sésamo?

 

Salvem a sanidade mental das nossas crianças!

Mas, estará tudo doido?

Ou é de mim? Terei sido afectada por um ataque de lucidez?

sinto-me:
música: abram alas para o Noddy
linkPor AngKorVat, às 20:45  manifestar-se

De CaTiia a 13 de Fevereiro de 2009 às 18:26
Eu tenho quinze anos (: E morangos com açúcar ou Lucy não me dizem nada. Aliás, quando me falam sobre isso a minha reacção é "Quê? Aquela que diz ter um programa para crianças quando anda lá meio despida? Programa para gajos rebarbados sff" e depois os morangos com açúcar, eles tinham graça tinham, no início Agora, anos seguidos a mesma pasmaceira? Não me convence ;)
Eu sei que ainda sou nova xD Mas sinceramente, já pensei algumas vezes nisso. Hoje em dia, os adolescente não são capazes de fazer muitos mais do que gritar com os pais, fumar, e levantar o cu da cadeira para comer. É a triste realidade deste mundo. Quando as pessoas capazes morrerem, estaremos todos entregues a vândalos, não querendo insultar ninguém claro. Eu à minha volta vejo todos os dias pessoas excelentes, daquelas que são capazes de ter um futuro. Mas depois vejo outras que... bem, diga-se que não se esforçam minimamente em nada e ao estalar os dedos têm aquilo que querem. Ah e quase crianças, que é o que somos, a usar os outros, é tão triste ver isso.
Algo que os meus pais, louvados sejam, sempre ensinaram, é que devemos esforçarmo-nos por ter as coisas, por ser alguém na vida. À conta dos excelentes pais que tenho, sou boa aluna e até me considero muito boa pessoa. Inocente demais talvez, acredito em tudo e gosto de todos.
Depois, ver pessoas que não merecem, que não merecem mesmo, ter tudo o que querem dá-me volta ao estomâgo. Como é que existem pais que deixam os filhos fazer tudo, irem para onde bem lhes aptece e gastar o que bem entendem? Nunca compreendi e nunca hei-de compreender isso.
E sim, este mundo está perdido nas nossas mãos.

De AngKorVat a 13 de Fevereiro de 2009 às 20:29
olá!
podes ainda ser nova mas já demonstras muita maturidade ;) e claro que não é o caso de todos os jovens. é como em tudo existem os que são atinados e os que não. tens sorte em ter os pais que tens... as vezes podes ficar chateada de não poderes fazer o que queres (como eu ficava:)) mas os nossos pais querem SEMPRE mas sempre o melhor para nós e só a nossa maturidade determina o espaço que devemos ter :)
Beijinhos
bom fim de semana e felicidades para o teu futuro :)

De CaTiia a 13 de Fevereiro de 2009 às 22:31
Felizmente, já aprendi isso (:
Obrigada e igualmente
Beijinhos *

 
Janeiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
14
16
17

19
20
23
24

25
26
27


algumas imagens inseridas neste blog foram retiradas da internet. elimino-as a pedido do autor.
blogs SAPO